SOBRE O PETAR

  O Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR), figura como um dos mais antigos do Estado de São Paulo. Foi criado pelo Decreto nº 32.283 de 19/05/1958 e possui uma extensão de 35.712 hectares e abrange os Municípios de Iporanga e Apiaí. Localizado no sul do Estado de SP.
  Abriga e protege um rico sítio do Patrimônio Natural da Humanidade , reconhecido pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), e assim é considerado uma das áreas de maior preservação de Mata Atlântica do Brasil.
  O PETAR, além de possuir a maior concentração de cavernas do Brasil, é também apreciado pelos rios de águas cristalinas, cachoeiras exuberantes, trilhas em meio a Mata Atlântica, comunidades tradicionais e quilombolas, sítios paleontológicos e arqueológicos.

  O Parque é dividido em 4 núcleos de visitação sendo os mais visitados o Núcleo Santana e o Núcleo Ouro Grosso. O primeiro contém as principais cavernas como a caverna de Santana, Morro Preto, Água Suja, dentre outras. O segundo conta com a Caverna Ouro Grosso, considerada uma das mais radicais do PETAR, e a Caverna Alambari de Baixo. Os demais núcleos são o Casa de Pedra o maior pórtico de entrada do Mundo (Guinness Book), tendo 215 metros de altura, e o Núcleo Caboclos, considerado o mais rústico e com atrativos com nível de dificuldade mais avançado. 

  Iporanga é uma simpática cidade histórica fundada em 1576. Um lugar que parece ter sido esquecido no tempo situado no coração da Mata Atlântica, na região do Vale do Rio Ribeira de Iguape. São quase 400 cavernas cadastradas, além de diversas trilhas, cachoeiras e rios onde são desenvolvidas diversas atividades de ecoturismo e turismo de aventura!

  É verdadeiramente um exato paraíso escondido entre vales e montanhas.

  O Parque é procurado para a prática de ecoturismo; esportes de aventura (acqua-ride, rapel, cascading, escalada, ciclismo); observação de fauna e flora; fotografia; pesquisa (paleontólogos, arqueólogos, espeleólogos, biólogos, geólogos) e por amantes da natureza.

CAVERNA DO COUTO
CAVERNA DO COUTO

Com aproximadamente 500m de extensão, a Caverna do Couto permite ao visitante atravessá-la de ponta à ponta, proporcionando ao término uma bela visão do verde vivo em torno do pórtico. Durante a travessia, os visitantes recebem a orientação de apagar as lanternas para experimentar a sensação de caminhar de mãos dadas na escuridão por alguns minutos.

press to zoom
CAVERNA SANTANA
CAVERNA SANTANA

Considerada uma das mais ornamentadas, a Caverna de Santana possui uma infinidade de espeleotemas (formações de caverna) que reforçam sua beleza como estalactites, estalagmites, cortinas, colunas, represa de travertinos e chão de estrelas. É a segunda maior caverna do Estado de São Paulo. Com percurso aberto à visitação de 800m, conta com estrutura de acesso através de escadas e passarelas de madeira.

press to zoom
Tucano
Tucano

press to zoom
CAVERNA DO COUTO
CAVERNA DO COUTO

Com aproximadamente 500m de extensão, a Caverna do Couto permite ao visitante atravessá-la de ponta à ponta, proporcionando ao término uma bela visão do verde vivo em torno do pórtico. Durante a travessia, os visitantes recebem a orientação de apagar as lanternas para experimentar a sensação de caminhar de mãos dadas na escuridão por alguns minutos.

press to zoom
1/57